Monday, February 11, 2008

TFG


Todo aluno de graduação que pretende se formar, precisa passar pelo Trabalho Final de Graduação, o TFG para os íntimos. No curso de Arquitetura, esse trabalho engloba todo o estudo de viabilização e planejamento para a realização de um projeto arquitetônico cuja utilização seja de cunho educacional, cultural, ou em qualquer outro âmbito que envolva a sociedade nos seus variados círculos.

O trabalho final desenvolvido pela Paty foi a sede da Associação Cultural dos Amigos das Artes de Novo Hamburgo. A ACAART, associação sem fins lucrativos que reúne os artistas da região, promove eventos culturais para a população, como cursos, apresentações teatrais e exposições, mas não tem ainda sede própria.

A sede que a Paty idealizou para a Associação tem a Praça da Bandeira como ponto de localização, e ela está conectaca à Biblioteca Municipal Machado de Assis. O projeto também prevê um novo layout para a Biblioteca, promovendo a valorização da história da cidade ao se integrar o visual antigo com a praticidade e tecnologia dos novos tempos.


O projeto teve como ponto de partida a necessidade de um espaço em Novo Hamburgo para a promoção da arte, em todas as suas formas, e aproximar a população a essas manifestações da arte, além de incentivar o surgimento de novos artistas. A inserção da sede na Praça da Bandeira serve também para valorizar a área e estimular os cidadãos a frequentarem o espaço em diversos horários.


A sede projetada possibilita que várias atividades relacionadas à ACAART se realizem dentro de um mesmo espaço, com integração e mobilidade. Assim, o setor administrativo da Associação está a alguns passos do teatro, do bar/café com uma bela vista para a praça, que fica muito perto das salas de exposições. Ali, os frequentadores podem encontrar ainda uma loja/livraria, uma sala multiuso, além de alguns espaços de estar.

Foi questionado, neste trabalho, o papel das novas edificações nas áreas urbanas e como essas novas intervenções podem conversar e interagir com as edificações históricas já existentes nos espaços sem destruir a face da cidade, e, se possível, adaptando-a às novas realidades sociais que convivem nesses espaços. Resumindo, o objetivo era criar o novo e encontrar uma maneira de harmonizar esse novo com o já existente.

Acho que isso foi atingido, e de uma forma bem bonita, vocês não acham? O que eu mais gostei foi ver como as pessoas-fantasmas* passeiam e interagem uns com os outros nos espaços criados para a ACAART. Já pensou quando as pessoas de verdade puderem estar lá mesmo?!

* Essas pessoas-fantasma têm um nome técnico em Arquitetura, e como no Google não pudemos encontrar nada a respeito delas (é com C? É com K? Qual a origem desse nome, afinal?) então se algum arquiteto ou estudante de arquitetura leitor puder nos esclarecer, nós agradecemos!

3 comments:

Leonel said...

CALUNGA!!!

Calunga é uma imagem, podendo ser humana ou representativa do biotipo humano, onde a partir desse "padrão", pode se estabelecer a escala, ou dimensão, dos objetos, construções e distãncias entre essas representações. É como se o calunga 0 ou a calunga- padronizasse o tamanho das coisas. Um calunga menor que o correto faz as coisas parecerem muito maiores. Quem usou muito isso, e bem, foi o Cahpolin Colorado, com as pílulas de nalincolina, lembram? Tudo parecia gigante perante o pequeno super-herói...

Era isso! Ou quase...

Leonel said...

Outra

Árvores, carros, pessoas, animais em geral: tudo serve para "escalar" o desenho...

rods said...

"Escalar" não é a palavra certa. e sim "ESCALONAR".

escalar = Subir, trepar, galgar com auxílio de escada ou sem ele; elevar-se.

ESCALONAR = COLOCAR EM ESCALA - Proporção entre as medidas e distâncias de um desenho